terça-feira, 17 de março de 2009

Louro


Fins culinários: Tem sabor suavemente amargo. Devido ao seu aroma forte, a quantidade deve ser bem dosada, para que não camufle o aroma e sabor dos outros ingredientes. Combina com sopas, peixe em geral, carnes, frango e terrines. São utilizados em todo o mundo. Pode estar presente no buque garni ou em sopas, molhos, carnes e, principalmente em conservas.
Seu uso é adequado em pratos que exigem cozimento longo, pois seu óleo essencial é liberado lentamente. Pratos de cheiros fortes têm o odor aliviado. Combinam com quase todos os preparos: aromatizam caldos básicos, molhos, sopas, ensopados, marinados e refogados; temperam carnes e peixes em geral. São imprescindíveis nos pratos com carnes gordas, como ragus, recheados, estufados, patês e terrinas.

Fins medicinais: A planta é usada nos casos de dispepsia, anorexia, flatulência, cólicas, astenia e de dores reumáticas. Externamente é empregada contra reumatismo, como antiséptica (contra caspa e piolho) e fungicida (fungos dos pés). Utilizada ainda contra distúrbios da digestão (sensação de peso no estômago e gases intestinais) e estados gripais (acompanhado de mal-estar e cansaço)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Pode deixar o seu comentário aqui.
Obrigada.

LinkWithin

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin